Coach Espiritual

Fazer o Bem faz Bem

Você costuma praticar o bem sem contar nada a ninguém ou esperar algo em troca? 

Estudos apontam que atitudes altruístas podem beneficiar a nossa saúde física e emocional, ou seja, sentimos uma redução no nível do estresse, redução da depressão, desperta um sentimento de gratidão ao que possuímos, melhora nossa autoestima, e desenvolve um senso de significado e valor na vida.

Um dos passos para construir a Felicidade e sentir uma sensação de Paz Interior é praticar o Bem todos os dias.

Não importa se os seus Atos são Grandes ou Pequenos! Apenas Faça! E delicie-se no prazer que você sentirá ao Ajudar o Próximo!

Então comece agora com cinco Atos de Caridade que podem beneficiar alguém esta semana!

Abaixo conto uma ótima história que exemplifica o que você acabou de ler!

A SOMBRA SAGRADA

Certa vez havia um sábio tão bondoso que os anjos pediram a Deus que o agraciasse com o dom dos milagres. Os anjos desceram então à terra para perguntar ao sábio se ele queria uma bênção dessas: “Você gostaria que o toque de suas mãos curasse os enfermos?”, “Não”, respondeu o sábio, “prefiro que Deus faça isso”. Mas os anjos insistiram: “Então você gostaria de converter os outros, trazendo para o caminho da verdade as almas errantes?”, “Não”, reafirmou o sábio, “eu apenas sirvo, não converto”. “Mas o que é que você deseja então?”, perguntaram-lhe os anjos. O santo refletiu por um momento e respondeu:

“Eu gostaria de sempre poder fazer o bem, sem no entanto jamais saber disso”.

Os anjos ficaram, então, muito perplexos. Finalmente, decidiram pôr em prática o seguinte plano: cada vez que a sombra do sábio se projetasse atrás de si, ou a seu lado, onde ele não pudesse vê-la, ela teria o poder de curar as enfermidades, aliviar a dor e confortar as tristezas. E, assim, sempre que o sábio se punha a caminhar, sua sombra tornava verdejantes os caminhos empoeirados, causava o desabrochar de plantas murchas, fazia água cristalina jorrar de córregos ressecados, corava a pele de crianças pálidas e distribuía alegria às pessoas infelizes.

O sábio, por sua vez, simplesmente ia seguindo sua vida, espalhando bondade do mesmo modo que a estrela emite luz e a flor exala perfume, sem jamais se dar conta disso. E as pessoas que o encontravam, respeitando sua humildade, seguiam-no silenciosamente, nunca lhe falando sobre seus milagres. Com isso, pouco a pouco elas acabaram se esquecendo de seu nome, chamando-o apenas de A Sombra Sagrada.

Sem Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Post anterior

Despertar para o Amor!

Próximo post

O que é Verdade Para Você?