Coach Espiritual

Coach, Psicólogo e outros…

Existe uma confusão enorme em relação as profissões de Coach, Psicólogo e outros profissionais que trabalham com o desenvolvimento humano.

Sempre sou questionada em relação as formações que fiz para ser Coach Espiritual, e procuro sempre apresentar o meu currículo e formações, para que a pessoa que está contratando os meus serviços tenha certeza que sou uma profissional certificada e qualificada para ajudar em seu desenvolvimento.

Este texto tem o intuito de explicar para você a diferença das seguintes profissões:

Coach: José Roberto Marques, presidente do Instituto Brasileiro de Coaching (IBC), comenta o seguinte: “O processo de Coaching funciona através de perguntas que levam a pessoa à reflexão, potencializando seus pontos fortes e trabalhando seus pontos de melhoria, com foco em desenvolver as habilidades necessárias para que alcance seu estado desejado em um curto espaço de tempo.

É ideal para pessoas que estejam bem e decididas a avançar no aprimoramento pessoal ou profissional. Que estejam dispostas a vencer suas barreiras, tomar decisões e principalmente agir para dar uma nova direção em sua vida, com foco no alcance de metas e objetivos claros.”

Para ser intitulado Coach o profissional deve possuir certificação de instituições específicas.

Minha formação foi no Instituto Brasileiro de Coaching, considerada uma das melhores instituições do Brasil. O que vemos no mercado profissional, atualmente, são diversos profissionais que se denominam Coaches sem possuírem certificação.

O Coaching Espiritual, é uma ramificação do Life Coaching, ou Coaching de Vida, como existem outros profissionais dentro do Life Coaching como: Coach de Nutrição; Coach de Relacionamentos, Coach Esportivo, Coach de Adolescentes, Coach Integrativo, Coach de Emoções, etc…

Outro nicho de atuação no Coaching é o Executive Coaching, ou Coaching Executivo, que está relacionado ao mundo corporativo, desenvolvimento de empresas, organizações e pessoas em cargos de liderança. Como no Life Coaching, o Executive Coaching possui ramificações específicas.

Psicólogo: Segundo José Roberto Marques a psicologia “é voltada para questões mais profundas, buscando compreender o subjetivo e as explicações para determinados padrões de comportamentos limitantes. Trata-se de um método focado em analisar experiências passadas que, de alguma maneira, influenciaram negativamente o indivíduo.

Ideal para pessoas que buscam entendimentos existenciais, a psicologia, através de profissionais qualificados, psicólogos, psiquiatras ou psicanalistas, ajuda o ser humano a melhorar a relação consigo e com o mundo.”

Aqui vale salientar que para ser Coach o profissional não precisa ser Psicólogo, porém, em alguns casos específicos, a psicologia se torna uma aliada muito importante para o resultado do processo de coaching.

Além das graduações que possuo, MBA, especializações e diversos cursos, optei por continuar o meu desenvolvimento estudando Psicologia, e faço pós graduação em Arteterapia, pois meu intuito é sempre ser uma profissional mais qualificada para auxiliar no despertar de cada ser humano.

Quando citei OUTROS no título do texto, me refiro a outras profissões como: Terapeuta, Professor, Treinador, Consultor, Conselheiros…estes profissionais NÃO SÃO COACHES, estas profissões são apenas abordagens similares ao coaching.

Como exemplo explico a diferença entre:

Coaching X Terapia – a Terapia tende a se focar nas experiências e nos sentimentos relacionados a eventos passados. Coaching é orientado em direção ao ajuste do objetivo, e encoraja o cliente a seguir em frente e a obter novas conquistas e realização, em prol de sua felicidade e qualidade de vida.

Coaching X Aconselhamento ou Consultoria. Consultores e Conselheiros tendem a fornecer conselhos falando o que deve ou não ser feito, ao passo que o Coach ajuda o cliente a descobrir suas próprias soluções.

Compreendeu a diferença?

Este texto serve apenas de alerta para você, que busca contratar um profissional, ter certeza que ele está agindo com a Verdade quando diz ser “algo”.

Se este profissional promete lhe ajudar no seu autoconhecimento, a alcançar os seus objetivos, é ético que ele tenha as qualificações necessárias, caso contrário você está contratando alguém que, na verdade, não sabe quem ele realmente é!

Questione o profissional em relação as suas formações antes de contratar os seus serviços.

Valorize a profissão daqueles que dedicam anos de sua vida com formações e cursos, para serem profissionais qualificados e preparados em ajudar no seu desenvolvimento!

Este link é para você conhecer um pouco mais sobre as minhas formações:

Sobre

Fonte:http://www.jrmcoaching.com.br/blog/psicologia-e-coaching/

Sem Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Post anterior

Desconectar para se Conectar

Próximo post

Seja Criativo!