Kiss and Cry

A trama é baseada na história de Carley Allison, uma promissora patinadora e cantora de 17 anos que lutou contra um raro tipo de sarcoma. Sua família e seu namorado, John, ajudam-na a cada passo do caminho, enquanto ela mantém suas esperanças e continua a sorrir.

Este filme me emocionou muito, e me instigou a pesquisar mais sobre a história de Carley, sendo assim fica a minha sugestão para quem procura um filme reflexivo e inspirador.

“Somos responsáveis pela nossa felicidade, e o fato de você estar vivendo um momento difícil em sua vida não significa que você precisa declamar um estado de inconformidade. A forma como você está lidando com a sua dor, seja ela qual for, está influenciando as pessoas ao seu redor também.

Carley nos ensina algo muito interessante: a tentar enxergar a dor exatamente no ponto de vista da própria. Ela escreve uma carta para si mesmo, se colocando no lugar do câncer e mostrando a si mesma todos os motivos pelos quais ela foi escolhida para passar por isso. E quando você aprende a se colocar no lugar do outro, você finalmente entende os porquês.” (http://livroentreosversos.blogspot.com/2018/03/filme-beijar-e-chorar.html)

“Sempre encontre razão pra ser feliz, e se não pode, sorria mesmo assim.”

“Você sempre pode escolher ser feliz.”

Sem Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Post anterior

...sinto realmente caminhos se abrindo, minha vida voltando a fluir...

Próximo post

Adolescente Cristal