E o lobo uivou para a águia – Espiritualidade como prática de vida

Livro: …E o Lobo uivou para a Águia (Espiritualidade como prática de vida)

Autor: Juarez Gurdjieff

“…para acessar o que de melhor existe em si, é preciso treinar, da mesma forma que fazemos com tudo o que queremos aprender. Nossos talentos são inerentes, mas precisam de exercício para se desenvolver. Inclusive, até para descobrir os talentos é preciso praticar.”

Sinopse:

“Com o desenvolvimento da ciência em todos os segmentos, especialmente na área do comportamento, surgem cada vez mais provas de que o ser humano se constitui de vários fatores psíquicos e, muitos deles, ainda não estão bem esclarecidos ao público geral.

A literatura e a prática clínica não se ressentem de pesquisas consistentes, de que o ser humano é muito maior que sua própria consciência.

A psicologia reconhece  reconhece que algumas atitudes chamadas espirituais desenvolvem forças emocionais e físicas para um indivíduo atuar harmonicamente na vida e que residem na dimensão da fé, das crenças e culturas de um povo. 

Como o ser humano, independente da idade e do estilo de vida, pode usufruir de conceitos sobre o desenvolvimento ou aprimoramento da espiritualidade? Como pensar e utilizar a espiritualidade nas empresas, de forma integradora ao potencial dos talentos humanos? Nos dias atuais como é possível praticar a espiritualidade de forma consciente e consistente?

Nesta obra, o autor apresenta o assunto da espiritualidade de forma prática e vinculada aos estados psicológicos da vida humana em vários segmentos.

Ao leitor cabe apenas o exercício de compreender e traduzir para a sua vida as reflexões advindas da tradição dos índios. Numa linguagem simbólica entre os animais, o diálogo que se estabelece produzirá benefícios incríveis em sua vida.”

Citação preferida do livro:

“Se planejarmos, sempre dará certo, porque planejar significa saber que poderemos ter que criar novas possibilidades de seguir adiante durante o percurso. Não fazemos esforço nenhum sem a consciência do que estamos fazendo.”

Sem Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Post anterior

A estrela que nunca vai se apagar

Próximo post

Como ser Feliz